Supercomputador fornece poder de computação para os pesquisadores em animais

Na sexta-feira, 4 de abril – os pesquisadores da Breed4Food começaram a usar seu novo supercomputador HPC ( High Performance Computing – tradução de Computação de Alta Performance) . Graças a este novo computador, os pesquisadores serão capazes de analisar enormes quantidades de dados , por exemplo, para fazer estimativas de valor de reprodução. Bernard de Geus , diretor de Breed4Food , vê a introdução do HPC como um passo muito importante em pesquisa na área de criação de animais e um excelente exemplo de cooperação público-privada entre empresas e instituições de conhecimento : “A ciência e a tecnologia estão se desenvolvendo em um ritmo tremendo . É muito importante que ambas as partes tenham um centro de pesquisa perto. Isto lhes permite consultar um ao outro de forma intensiva e com nova informação científica obtida. O resultado disso pode ser traduzido rapidamente em inovação nas empresas “.

Breed4Food é o consórcio estabelecido pelo Melhoramento Animal e Centro de Genômica de Wageningen (Universidade Holandesa, especializada em ambientes e saúde animal) e as empresas de melhoramento genético internacionais. A Breed4Food é sediada na Holanda. As empresas tratam de genética bovina, aves, aquicultura e suinocultura. Todos os parceiros são líderes mundiais em seus respectivos campos de criação de animais . Com a colaboração de todos, a Breed4Food quer consolidar suas posições.

Partilhe este post:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no print
Compartilhar no email