TN News – FEVEREIRO

Confira abaixo as principais notícias do nosso setor em fevereiro de 2021.

Mercado

Com investimento e tecnologia, Projeto Becker 36 é oficialmente lançado nas Granjas Becker

Referência nacional em produção, a intenção da Granja Becker para este ano é chegar a produção de 36 desmamados/fêmea/ano.

Saiba mais:

Forte recuo na demanda final por carne suína

As exportações totais de carne suína tiveram forte recuo em janeiro, chegando ao menor volume desde agosto de 2019.

Saiba mais:

https://www.cepea.esalq.usp.br/br/releases/o-boletim-do-suino-de-janeiro-esta-disponivel-em-nosso-site.aspx

Custos de produção para a suinocultura subiram 1,10% em janeiro

A Embrapa Suínos e Aves divulgou o Índice de Custos de Produção de Suínos (ICPSuíno) referente a janeiro, e os dados mostraram aumento para os investimentos na atividade, principalmente com a nutrição dos animais. De acordo com o levantamento, em relação a dezembro, houve alta de 1,10% no ICP/Suíno.

Saiba mais:

https://www.suisite.com.br/index.php?page=noticias&id=39579

Mercado de suínos com preços sustentados e subindo

Os preços pagos ao produtor pelo suíno vivo voltaram a subir em praticamente todas as praças acompanhadas pelo Cepea. Segundo pesquisadores, as altas estiveram atreladas especialmente ao aumento na demanda por novos lotes de animais no mercado independente.

Saiba mais:

https://www.suisite.com.br/index.php?page=noticias&id=39576

Europa: Sinais de recuperação do setor suíno

O setor suíno estabilizou apresentando alguns sinais de recuperação com preços que se mantiveram estáveis ​​nas últimas semanas, apesar das pressões da COVID, das restrições às exportações devido à PSA em alguns estados membros e da quebra sazonal da procura. Tanto o aumento dos preços dos leitões, que aponta para uma melhora nas condições de mercado, quanto a diminuição da carteira de suínos aguardando abate e a diminuição do peso ao abate são sinais positivos.

Saiba mais:

https://www.3tres3.com.br/print/1236

Custos de produção de suínos e de frangos de corte têm alta recorde em 2020

Os custos de produção de suínos e de frango de corte acumularam porcentuais recordes de aumento no ano de 2020 segundo a CIAS, Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa. O ICPSuíno encerrou 2020 com alta de 47,28%, marcando 375,17 pontos (em dezembro de 2019, o índice era de 238,75 pontos). Somente os custos com a alimentação dos animais subiram 42,05% em 2020. Mas, com a queda do ICP verificada em dezembro passado (-3,07%), o custo por quilo vivo de suíno produzido em sistema de ciclo completo em Santa Catarina baixou para R$ 6,56 ante os R$ 6,77 obtidos em novembro. Para comparação, em janeiro de 2020 o custo era de R$ 4,27 por quilo de suíno vivo.

Saiba mais:

https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/58910878/custos-de-producao-de-suinos-e-de-frangos-de-corte-tem-alta-recorde-em-2020

Abate de suínos e frangos cresceu no quarto trimestre de 2020

Os primeiros resultados da produção animal no quarto trimestre de 2020 mostram que o abate de bovinos caiu 10,3%, o de suínos aumentou 1,6% e o de frangos teve alta de 5,5% em relação ao mesmo trimestre de 2019.

Saiba mais:

https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2021-02/abate-de-suinos-e-frangos-cresceu-no-quarto-trimestre-de-2020

Criadores de suínos em MG têm começo de ano lento, mas expectativa é de aquecimento do mercado

De acordo com o produtor e conselheiro da cooperativa de suinocultores da cidade (Suinco), Cláudio Nasser, essa queda no preço já era esperada no interno e externo, mas perspectiva é que o setor volte a se aquecer rapidamente.

Saiba mais:

https://g1.globo.com/economia/agronegocios/globo-rural/noticia/2021/02/14/criadores-de-suinos-em-mg-tem-comeco-de-ano-lento-mas-expectativa-e-de-aquecimento-do-mercado.ghtml

“Produtor deverá ficar atento aos movimentos e perspectivas do mercado de grãos”, afirma consultor da ABCS

As expectativas para 2021 são grandes, considerando todos os acontecimentos trazidos pela pandemia do Coronavírus em 2020. O setor suinícola foi bastante afetado no início do ano, cenário que mudou no segundo semestre, quando o consumo, exportação e preços pago ao produtor melhoraram. Segundo dados do Cepea, para 2021, a expectativa é de que, mesmo com o custo de produção elevado, o balanço positivo do ano passado se repita. A demanda externa por carne suína deve continuar firme, sustentada pelas compras chinesas, ao passo que a procura interna deve ser favorecida pela possível retomada econômica.

Saiba mais:

Peru intensifica atividades de identificação de suínos

Como parte das estratégias sanitárias para melhorar a segurança na suinocultura, o Ministério do Desenvolvimento Agrário e Irrigação do Peru, por meio do SENASA, vai identificar mais de 237 mil suínos na região de Arequipa.

Saiba mais:

https://www.suinoculturaindustrial.com.br/imprensa/peru-intensifica-atividades-de-identificacao-de-suinos/20210212-091101-y494

Nutrição

Nutrição animal como aliada para se atingir bons resultados

O diretor Geral da Topigs Norsvin, André Costa, mostra como as estratégias de manejo nutricional trazem maior eficiência na produtividade. Para que o produtor consiga atingir determinados mercados de carne de alto valor e Premium é preciso investir em uma nutrição adequada que permita obter índices produtivos de qualidade superior. Isso porque a nutrição e o manejo nutricional são fundamentais para se direcionar os alimentos certos para cada categoria animal, melhorando o desempenho do suíno e a rentabilidade do negócio.

Saiba mais:

Sanidade

Doenças entéricas nos suínos

Em todo o mundo, na suinocultura tecnificada, as doenças entéricas têm sido registradas com bastante frequência e representam um importante fator de desuniformidade nos indicadores de produtividade. Durante o programa Ligados&Integrados a gerente de Sanidade da Topigs Norsvin, Heloiza Irtes, falou sobre diagnóstico e controle como desafios para os suinocultores a necessidade de investir em prevenção.

Saiba mais:

Estados discutem plano de vigilância de doenças dos suínos

O plano integrado de vigilância de doenças dos suínos, visa atualizar, adequar e ampliar o escopo do Programa Nacional de Sanidade do Suídeos, buscando atender às necessidades atuais e futuras da vigilância e da certificação sanitária da suinocultura na atual zona livre de Peste Suína Clássica (PSC).

Saiba mais:

https://www.agrolink.com.br/noticias/estados-discutem-plano-de-vigilancia-de-doencas-dos-suinos_445941.html

Melhorar geneticamente a resistência a doenças em suínos como estratégia para reduzir uso de antibióticos

Uma equipe de pesquisadores do Instituto de Pesquisa e Tecnologia Agroalimentar (IRTA), do governo da Catalunha, estudou o determinismo genético e as regiões genômicas associadas à imunocompetência global e à saúde em uma população de porcos Duroc. O trabalho descreve a herdabilidade média e alta para muitos dos caracteres analisados em seis regiões cromossômicas do genoma suíno relacionadas a parâmetros imunológicos, identificando um total de 16 genes candidatos.

Saiba mais:https://www.suinoculturaindustrial.com.br/imprensa/melhorar-geneticamente-a-resistencia-a-doencas-em-suinos-como-estrategia-para/20210111-114126-r699

Quer receber nossas notícias diariamente em seu celular? Cadastre-se em nossa newsletter pelo link: https://www.questionpro.com/t/AQorxZhrdX

Partilhe este post:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no print
Compartilhar no email