A importância das competências técnicas e comportamentais no mercado de genética suína

As competências técnicas e comportamentais têm um peso de equivalência aos aspirantes a uma vaga no mercado de trabalho, destaca o diretor Geral da Topigs Norsvin, André Costa. Segundo ele, a capacidade técnica é a base para que o setor possa ter um profissional com domínio da área de atuação, mas precisa estar plenamente alinhada com as características pessoais do candidato. A união dos fatores resulta em uma combinação de valor para a empresa.

“O Brasil tem ótimas escolas que formam excelentes profissionais do agronegócio. Temos hoje um celeiro de profissionais com ampla capacidade técnica e aptos a darem suporte para que o Brasil possa se diferenciar no mercado”, afirma Costa.

Mas é preciso manter atenção às competências comportamentais, a capacidade de planejamento, atrelado a uma visão sistêmica e o foco no resultado. “Esses são alguns comportamentos profissionais que precisam andar em conjunto com as características técnicas, para que efetivamente possamos fazer a diferença no segmento”, destaca o diretor.

Neste quesito a Topigs Norsvin, líder mundial em pesquisa e desenvolvimento de genética suína, é referência. Já que conta em sua estrutura com profissionais que apresentam competências técnicas de destaque no mercado, como certificações nas mais importantes universidades do país e do mundo, assim como as características comportamentais necessárias para ajudar a empresa e os clientes a obter cada vez mais eficiência e lucratividade na produção.

“Ter a capacidade de inovar, de fazer diferente, sem dúvida nenhuma é o que vai fazer com que rompamos os tetos de alcance de produtividade. E quando falamos de inovação, não devemos pensar apenas em tecnologia e equipamentos, mas também no nosso trabalho diário. A inovação pode ser feita em nossa rotina, e a todo o momento precisamos nos questionar sobre o que podemos fazer diferente e colocar em prática”, frisa André.

Para o executivo, a capacidade de inovar, cumprir os prazos e atender as demandas é o básico para que se consiga sobreviver em um mercado cada dia mais competitivo.

Partilhe este post:

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no print
Compartilhar no email